Blog

Nilton Bobato e Chico Brasileiro assumem compromisso de transformar Foz em Polo de Tecnologia da Informação

 

A ideia segue o exemplo do modelo existente em Florianópolis, capital que inverteu e aumentou a arrecadação tributária desde que investiu com prioridade na área de TI, responsável por inúmeras transformações na produtividade do município. Dentre os compromissos estabelecidos com os empresários estão: a cessão de um local na região norte da cidade para implantação do Polo Tecnológico para que agregue as experiências existentes no PTI e das universidades no entorno, viabilizar mecanismos legais para permitir investimento do setor público e para estimular diferencial competitivo com política de tributação especial para empresas locais e do setor, articular com organismos federais e do Mercosul políticas para transformar Foz do Iguaçu em modelo de exportação de Tecnologia da Informação.

Os empresários também destacaram a importância do Polo para o associativismo e para o estímulo à capacitação e formação de mão-de-obra qualificada na cidade. Como a TI independe de localização geográfica, com empresas de fora arrecadando grandes fatias dos recursos locais, o núcleo, que trabalha no setor, também explicou a prioridade e urgência de incluir a proposta na agenda pública, já que fortalecer o setor no município é aquecer o mercado interno. Além disso, ressaltaram a importância de recriação de um departamento público de tecnologia de informação.

Nilton Bobato, que vem acompanhando as discussões referentes aos mecanismos legais de incentivo para implantação e fortalecimento da tecnologia da informação, se comprometeu em lutar pela causa e participar da construção das estratégias para a implantação do Polo na cidade.  A causa já é conhecida pelo vereador Nilton Bobato.  Além de acompanhar as ações do Codefoz – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu – para a área, no ano passado, quando esteve em Brasília para representar o Poder Legislativo em ação pela manutenção da cota de compras no Paraguai, o vereador chegou a iniciar um debate com Receita Federal e Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, visando a constituição de políticas para o desenvolvimento da fronteira e Mercosul.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *