BANDEIRA

Voz da fronteira de fato na Assembleia LegislativaTer uma voz de fato na Assembleia Legislativa representa superar uma história marcada pelo anonimato da cidade nas principais esferas de poder e decisão do estado, condição que tem boicotado ao longo dos anos o potencial desta cidade.

Ter uma voz de fato na Assembleia Legislativa é eleger um representante que conheça com profundidade a realidade da cidade e possa defender com clareza o projeto de desenvolvimento do município. Uma força gerada pela experiência adquirida em vários desafios e papéis na gestão pública, tanto na esfera parlamentar quanto no Executivo; que tenha legitimidade para falar, pois tem a história para provar.

Ter uma voz que represente a fronteira de fato é ter o entendimento de que a cidade necessita de um tratamento diferenciado e especial, alguém que conheça as especificidades e peculiaridades daqui. Um representante que possa tanto lutar para aumentar o investimento em áreas prioritárias como saúde e educação, quanto para defender e lutar para desenvolver todo o potencial turístico, cultural, humano, social de Foz do Iguaçu.

Tornado a cidade referência em diversidade, urbanização, sustentabilidade, meio ambiente,unindo valores e potencializando o turismo, que configura uma das principais atividades econômicas do município.

A representatividade de Foz do Iguaçu e região, torna-se essencial para superarmos problemas crônicos,, e inserirmos confiança para que nosso destino receba a atenção que é cabida. O certo é o certo!

EDUCAÇÃO

*Para que nunca mais se repita o 29 de abril e o 30 de agosto, seremos uma voz intransigente em defesa da educação, pública, gratuita e de qualidade, em defesa da valorização dos professores e todos os trabalhadores da educação.

EMPREENDEDORISMO LOCAL
Lutar para criar incentivos para o empreendedorismo local, promovendo o crescimento de cada região através da promoção das economias locais;

SAÚDE
*Luta para que o Estado cumpra sua parte no financiamento da saúde;
*Cobrar de maneira enérgica a participação do Estado no repasse financeiro à saúde de Foz do Iguaçu, garantindo no Fundo Estadual o custeio do Hospital Municipal

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
*Motivar o Estado a aumentar a compra e distribuição de alimentos produzidos dentro da agricultura familiar;
*Ampliação da discussão e luta contra o uso excessivo de agrotóxicos, propondo legislação que restrinjam o uso dessas substâncias próximo a ambientes escolares e unidades de saúde;

POLÍTICA PÚBLICA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO URBANO
*Visando as cidades e centros urbanos, buscar pela implementação de políticas eficazes de mobilidade e de enfrentamento da carência de infraestrutura;
*Buscar alternativas para suavizar e a frágil relação cidade-meio ambiente;

DUPLICAÇÃO DA BR 277
Luta incessante pela duplicação da BR 277 no trecho entre Matelândia e Cascavel, sem aumento de pedágio
Iluminação dos trechos urbanos da rodovia em Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu.

PELA NÃO RENOVAÇÃO DOS ATUAIS PEDÁGIOS

INFRA-ESTRUTURA

* Luta pela Duplicação da BR-163 nos trechos Marechal Cândido Rondon/Guaíra e Cascavel/Capanema;
* Revitalização da PR 495, rodovia que interliga os municípios e balneários turísticos às margens do Lago de Itaipu;
* Instalação de portos intermodais no Lago de Itaipu para consolidar a Hidrovia do Mercosul;

TURISMO
* Participação do Estado no desenvolvimento de políticas voltadas ao turismo para fortalecimento de parcerias da gestão integrada;
*Redução do ICMS sobre o querosene de aviação.
*Luta para destinação de um percentual das verbas publicitárias do Governo do Estado para divulgação e propaganda dos atrativos turísticos de Foz do Iguaçu nos mercados nacional e internacional;

CULTURA
*Fortalecer e defender a criação de medidas governamentais que fortaleçam o setor de economia criativa no Paraná;
* De maneira efetiva, buscar o fortalecimento do Conselho Estadual de Política Cultural, para a garantia do orçamento mínimo de 2% para a cultura;
*Promover a construção de uma política de cultura inclusiva, democrática e diversa.

Juventude
*Fomentar empregabilidade através de capacitação de programas;
*Ofertar qualificação com maior oferta dos cursos técnicos;
*Lutar por maior número de vagas no ensino médio profissionalizante.